Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Terça-Feira, 04 DE Novembro DE 2014

Capivaras morrem e cantor sertanejo Dalvan fica ferido em acidente

Dalvan passa bem“João Gomes de Almeida, de 63 anos, sofreu um acidente na madrugada desta quinta-feira, dia 30, no km 79 da BR-494, entre Carmo da Mata e Oliveira. O motorista estava acompanhado do passageiro Roberto de Fátima Andrade, de 51 anos, os dois se feriram sem gravidade.

João Gomes é mais conhecido no mundo artístico como Dalvan, que faz dupla com seu parceiro Duduca. Segundo explicou para a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), ele transitava pela rodovia quando uma família de capivaras atravessou a pista de rolamento. Dalvan disse que tentou frear e desviar, mas perdeu o controle direcional de seu veículo, com placas de Jundiaí (SP), rodou na pista e capotou várias vezes.

Duas capivaras foram mortas e a caminhonete do artista teve muitos danos em sua estrutura. Dalvan e Roberto foram encaminhados para o Hospital de Pronto Atendimento da cidade de Carmo da Mata, onde receberam atendimento e foram liberados em seguida.”
– texto da matéria “Cantor sertanejo sofre acidente na região”, publicada em 30 de outubro de 2014 pelo site Jornal de Lavras (MG)

Duas capivaras morreram

O Jornal de Lavras ainda informou sobre a morte das capivaras. Já o G1, na matéria “Cantor sertanejo atropela capivaras e capota veículo na BR-494 em MG”, publicada também em 30 de outubro, sequer citou a consequência para os animais envolvidos no acidente. A visão antropocêntrica de quem escreveu o texto foi reforçada no trecho:

“De acordo com a polícia, o cantor chegou a atropelar duas capivaras. As vítimas foram socorridas por uma equipe médica do hospital, que informou que o músico e o passageiro tiveram escoriações pelo corpo. Eles foram atendidos e liberados.” – texto do G1

Há um problema na confecção desse trecho, afinal o jornalista inicia o último parágrafo citando apenas o cantor para, na sequência, utilizar a expressão “as vítimas”. Essa construção causa um estranhamento em quem lê, já que a intenção do autor ao escrever “as vítimas” é citar Dalvan e o outro passageiro do carro e não as capivaras.
Por que as vítimas são apenas as pessoas? Será que ninguém se interessaria em saber o que aconteceu com elas, por isso nada foi escrito?

Algo está errado no valor que damos às vidas de animais de outras espécies.

- Leia a matéria completa do Jornal de Lavras
- Leia a matéria completa do G1

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados