Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Segunda-Feira, 01 DE Junho DE 2015

Oito são condenados por tráfico de partes de animais na China

Na China, a medicina tradicional é uma grande incentivadora do tráfico de animais. Ossos de tigres, chifres de rinocerontes e tantas outras partes de silvestres são usados como ingredientes para remédios – mesmo sem comprovação científica, como no caso dos chifres de rinocerontes, feitas da mesma proteína de nossas unhas.

Esse gigantesco mercado consumidor de produtos ilegais da fauna começa a combater essa prática criminosa e tão lesiva à saúde humana e ao equilíbrio ambiental.

Carregamento de marfim apreendido na China“Um tribunal de Beijing sentenciou na terça-feira oito homens à prisão por adquirir e transportar produtos ilegais, incluindo marfim e ossos de tigre e leão. A condenação acontece num momento em que a China intensifica uma campanha contra o tráfico de animais em perigo de extinção.

As sentenças vão de seis a 12 anos e meio de prisão, de acordo com um comunicado do Tribunal Popular do Distrito de Xicheng.

O caso envolveu seis marfins e 38 pacotes de produtos feitos de ossos de tigre e leão no valor superior a 4,2 milhões de yuans (US$ 677 mil), acrescenta o comunicado. Os produtos foram contrabandeados do sudeste da Ásia e circularam por diversas províncias chinesas.

Na China, os produtos de marfim são raros e têm um enorme valor. Acredita-se que os produtos de ossos de tigre e leão têm benefícios medicinais.

O tribunal tratou 70 casos criminais que envolvem animais selvagens e produtos relacionados desde maio de 2008.”
– texto da matéria “Tribunal chinês sentencia homens por tráfico de produtos de animais selvagens”, publicada em 27 de maio de 2015 pelo site da CRI (Rádio Internacional da China)

O tráfico de animais silvestres é apontado, dependendo da fonte de consulta, como a terceira ou quarta atividade ilícita mais lucrativa do mundo. Os outros crimes são o narcotráfico, o comércio ilegal de armas, a falsificação de produtos (pirataria e moeda) e o tráfico humano. Estima-se que o mercado negro de fauna movimente entre 10 bilhões e 20 bilhões de dólares por ano.

Atualmente, estão em destaque o comércio ilícito de marfim, de chifres de rinoceronte e de peles e partes de tigres.

- Leia a matéria completa da CRI
- Saiba mais sobre o tráfico de fauna

Postado por Dimas Marques às 00:10

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados