Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Sexta-Feira, 31 DE Julho DE 2015

Reflexão para o fim de semana: aconteceu com Cecil e acontece com milhares de animais

Cecil foi morto por lazer. Quantos mais morrem como ele?

A indignação pela morte do leão Cecil, caçado e morto em 6 de julho no Zimbábue, é legítima. O caso gerou comoção, com autoridades, celebridades e muita gente se manifestando pela morte promovida por um dentista dos EUA e guias contratados na África. Mais do que destacar o fato e manifestar a revolta pelo ocorrido, o Fauna News também quer incitar você, nosso leitor, a refletir: quantos animais morrem em caçadas todos os dias e ninguém se manifesta?

No Brasil, onças-pintadas são vitimadas em safaris pelo Pantanal. Quando não é pelo mórbido lazer do safari com morte, há quem promova caçadas por uma iguaria (não pela necessidade do alimento). Assim, morrem tatus, pacas, capivaras e uma infinidade de outros animais.

Pois saiba que existe um mercado bastante ativo de carne de silvestres. E não é para matar a fome de ninguém, mas sim para alimentar paladares desejosos de sabores exóticos.

Pena que a nossa indignação e revolta só aflorem quando animais como Cecil, cheios de carisma ou de simbolismos, são as vítimas. As inúmeras outras, não viram sequer estatística.

- Leia mais sobre a morte de Cecil

Postado por Dimas Marques às 05:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados