Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Segunda-Feira, 20 DE Julho DE 2015

Residência ou depósito de traficante?

Ninguém foi preso na ação“Mais de 100 aves silvestres foram encontradas e apreendidas em duas casas em Itapema, no Litoral Norte catarinense. Em uma das residências, a polícia achou também uma espingarda. Um relatório será feito e encaminhado ao Ministério Público para responsabilizar envolvidos.

Após receber uma denúncia, a Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema foi cumprir, juntamente com a Polícia Militar (PM) e dois oficiais de Justiça, um mandado de busca e apreensão no bairro Tabuleiro na tarde de quinta-feira (17). Primeiramente, a força-tarefa encontrou um grande grupo de pássaros em uma casa.

Porém, ao verificar a residência ao lado, encontraram mais animais. Devido ao flagrante da situação, as aves foram apreendidas. Segundo a PM, algumas foram soltas no habitat natural. As demais, ficaram com os fiscais, que terão o objetivo de dar o destino adequado aos pássaros.”
– texto da matéria “Mais de 100 aves silvestres são apreendidas em casas de Itapema”, publicada em 17 de julho de 2015 pelo portal G1

Vale destacar que a denúncia já informava que, no local, havia tráfico de animais. Ninguém foi preso na ação.

Já não é de hoje que os traficantes de animais mantêm casas residenciais como depósitos de animais silvestres e pontos de venda dos bichos. As tradicionais feiras de rua ainda são locais de comercialização, mas nelas existe o perigo de serem surpreendidos por policiais ou fiscais de órgãos ambientais. Por causa do risco, muitos bandidos vão até as feiras, oferecem os animais e, quando é feito o acerto com compradores, retornam ao depósito para retirar ou entregar o bicho vendido.

A utilização de imóveis residências também dificulta a fiscalização, que passa a depender bastante de denúncias - já que se houver discrição pelos traficantes, é muito difícil descobrir a atividade ilegal dentro do imóvel.

- Leia a matéria completa do portal G1

Postado por Dimas Marques às 00:10

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados