Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Terça-Feira, 24 DE Novembro DE 2015

Tamanduá-bandeira morre atropelado de madrugada em rodovia no MS

Dirigir com cuidado de noite e madrugada ajuda a evitar cenas como essa

“O motociclista Valmir Gomes, de 36 anos, sofreu ferimentos leves após colidir em um tamanduá-bandeira por volta de 04h55min, desta quarta-feira (18), no quilometro 733,2 da BR-163, próximo à entrada do Aeroporto Municipal em Coxim.

De acordo com informações colhidas no local, Gomes seguia conduzindo a motocicleta Honda Titan, placa de Coxim (MS) no sentido Sul/Norte atrás de uma carreta quando atropelou o animal que atravessava a pista.”
– texto da matéria “Motociclista sofre ferimentos leves após colidir em tamanduá na BR-163”, publicada em 18 de novembro de 2015 pelo site Coxim Agora (MS)

O tamanduá morreu na pista.

É bastante comum os atropelamentos de animais silvestres no período noturno e na madrugada. Tamanduás, onças-pardas e uma infinidade de espécies são bastante ativas nos horários que não tem luz do dia e, infelizmente, nesses períodos os motoristas não conduzem seus veículos com a atenção necessária.

A visão limitada e o abuso da velocidade, aliados muitas vezes à embriaguez e ao sono, contribuem para que os encontros entre veículos e animais silvestres resultem em acidentes. Normalmente, a fauna leva a pior, mas os motoristas também podem se machucar e até morrer.

Vale lembrar que, de acordo com o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas, 475 milhões de animais silvestres morrem por atropelamento todos os anos nas estradas e rodovias brasileiras.

Portanto, caro motorista, anoiteceu, redobre a atenção!

- Leia a matéria completa do Coxim Agora

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados