Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Quinta-Feira, 07 DE Abril DE 2016

Animais via Sedex: muito além das cobras

Em 29 de março de 2016, o Fauna News publicou o post “Cobras via Sedex”, em que comentou a apreensão de uma cobra na agência dos Correios de São José do Rio Preto (SP). O animal, uma corn snake, havia sido despachado de Minas Gerais. No texto, destacamos o seguinte:

“E quando não são cobras, são iguanas, lagartos, aranhas e por aí vai.

Os Correios são utilizados com muita frequência pelos traficantes de animais. A intenção é evitar ficar circulando com animais; uma tentativa de não serem presos. O que se espera é que a Polícia Federal e o Ibama realmente investiguem esses casos e que os Correios aprimorem, tanto com equipamentos como com treinamento de funcionários, a verificação das encomendas.”


A utilização dos Correios pelos traficantes de animais é bastante comum e novamente voltou a ser notícia na semana passada.

Matamatá apreendido em Manaus“A equipe da Alfândega do Porto de Manaus, que atua no Colis Postaux, apreendeu animais silvestres que estavam sendo enviados como encomendas para fora do estado do Amazonas, na última segunda-feira (28).

Cágados e tartarugas foram interceptados, durante procedimento de fiscalização e controle aduaneiro, quando estavam sendo remetidos para a cidade de Mariporã, no estado de São Paulo. Os animais estavam embalados em caixas próprias para envio de encomendas pelos Correios.

Entre os animais apreendidos cabe destacar a espécie denominada Chelus fimbriata, conhecida comumente por "Matamatá". O cágado, considerado raro, é encontrado na Amazônia e tem aparência peculiar podendo medir até 50 centímetros de comprimento e pesar 18 quilos.”
– texto da matéria “Alfândega de Manaus apreende 'matamatá' e tartarugas enviados pelos Correios”, publicada em 29 de março de 2016 pelo site D24am (AM)

No dia seguinte, uma cobra foi novamente notícia:

Jiboia encontrada nos Correios do DF“Fiscais do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) encontraram nesta quarta-feira (30) uma jiboia dentro de uma caixa plástica em uma agência dos Correios, no Distrito Federal. A serpente foi identificada por raio X, em uma ação que prevê coibir o tráfico interestadual de animais silvestres.

A cobra estava em uma encomenda vinda do Rio de Janeiro e endereçada a uma casa no Gama, a 35 km do centro de Brasília. Segundo o Ibram, nenhum outro animal foi encontrado na casa do homem que receberia a jiboia.

(...) Outro caso
No dia 22 de março, os agentes do Ibram foram acionados após um tipo de lagarto (Gecko leopardo) ter sido encontrado em outra agência dos Correios. O animal sairia do DF com destino ao Rio de Janeiro. O remetente usou endereço falso, por isso não foi autuado.”
– texto da matéria “Jiboia enviada do RJ pelos Correios é apreendida em Brasília”, publicada em 30 de março de 2016 pelo portal G1

- Leia a matéria completa “Alfândega de Manaus apreende 'matamatá' e tartarugas enviados pelos Correios”, publicada em 29 de março de 2016 pelo site D24am (AM)
- Leia a matéria completa “Jiboia enviada do RJ pelos Correios é apreendida em Brasília”, publicada em 30 de março de 2016 pelo portal G1
 - Releia o post “Cobras via Sedex”, publicado pelo Fauna News em 29 de março de 2016

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados