Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Quinta-Feira, 09 DE Junho DE 2016

Do Paraguai para o Ceará: aves eram transportadas em ônibus rodoviário

Aves vieram do Paraguai. Será que vão ser devolvidas?“A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu em flagrante um homem que transportava cem pássaros silvestres no sábado (4) em Guaíra, região oeste do Paraná. O homem, de 65 anos de idade, era passageiro de um ônibus que fazia a linha entre Guaíra e Londrina (PR). O veículo foi abordado na BR 272, em frente a uma unidade operacional da PRF.

Da espécie cardeal, as aves foram adquiridas no Paraguai e estavam em duas gaiolas, dentro de uma bolsa, sem ventilação, água ou alimento. Aos policiais rodoviários federais, o homem preso disse que pretendia levar os pássaros até o estado do Ceará, onde seriam revendidos. Ele é morador de Pacajus (CE).”
–  texto da matéria “PRF prende passageiro de ônibus com cem aves silvestres”, publicada em 5 de junho de 2016 pelo site Bem Paraná

A maior parte do tráfico de animais silvestres no Brasil acontece pelas estradas e rodovias nacionais. São caminhões, carros e, como se constata pelo caso acima, ônibus de linha transportando bichos por todo o território nacional.

Nas rodoviárias e postos de combustíveis deveriam ser feitas campanhas constantes de conscientização com passageiros e motoristas para evitar o envolvimento deles nesses casos e, sobretudo, para conseguir que eles sejam parceiros da fiscalização, denunciando quando presenciarem algo suspeito. Esse trabalho de sensibilização deveria também acontecer com os funcionários das empresas de ônibus para deixá-los atentos nos momentos de embarque e desembarque das pessoas e quando eles acomodam as bagagens das pessoas nos veículos.

Essas medidas são de fácil operacionalização e não precisam de grandes investimentos do poder público. Basta querer... Eis o problema.

Um detalhe: se as aves são paraguaias, mesmo se a espécie ocorre no Brasil, elas devem ser devolvidas ao país de origem. Que isso seja providenciado para soltura. Que o cativeiro delas não seja eterno...

- Leia a matéria completa do Bem Paraná

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados