Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Terça-Feira, 20 DE Setembro DE 2016

Onça-parda sai de PE para ser reabilitada em SP: incompetência

Onça-parda foi levada de avião para São Paulo“Uma onça parda foi transportada de avião, na manhã desta segunda-feira (19), de Salvador para São Paulo, de onde será encaminhada para a Associação Mata Ciliar, entidade da cidade de Jundiaí (SP) especializada em reintroduzir animais selvagens à natureza.

O voo saiu da capital baiana por volta das 8h e aterrissou no aeroporto de Guarulhos às 10h30. O felino saiu de Petrolina (PE), no último domingo (18), e foi transportado via terrestre até Salvador.

De acordo com informações do Centro de Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna), em Petrolina, a onça parda pesa 80 Kg e está sendo tratada há seis anos no local. Segundo a assessoria da entidade, a onça foi levada para a Cemafauna ainda filhote, depois que a mãe dele foi morta por caçadores.

No local, o animal foi tratado, mas não foi possível fazer a soltura da onça no sertão Pernambucano porque, além de Petrolina fazer parte da rota de tráfico de animais silvestres, há na região a proximidade com o homem, criações de gado e outras atividades agrícolas.”
– texto da matéria “Onça parda de 80 Kg é transportada de avião de Salvador para São Paulo”, publicada em 19 de setembro de 2016 pelo portal G1

Vamos fazer uma pequena lista de absurdos:

Para ter uma chance de voltar à vida livre, felino teve de viajar milhares de quilômetros 1) a mãe da onça ter sido caçada (no Brasil a caça está disseminada, mesmo quando proibida);
2) na região natural da onça não é possível fazer solturas porque existe uma rota de tráfico de animais e atividade agropecuária. O poder público se mostra incompetente para criar, manter e vigiar áreas de solturas;
3) o poder público está priorizando a atividade agropecuária à conservação da fauna, tanto que está preferindo mandar animais para fora de Pernambuco – o que é o mesmo de o felino estar morto, pois não cumprirá suas funções ecológicas em seu ecossistema de origem;
5) em um país do tamanho do Brasil e com a importância que a natureza tem, há poucas entidades capacitadas para receber o felino, tanto que o animal teve de sair de Pernambuco para ser reabilitado em São Paulo; e
4) a imprensa acha mais interessante o fato de a onça viajar de avião do que o restante dos problemas envolvidos no caso.

Está tudo errado.

- Leia a matéria completa do portal G1

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados