Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Quarta-Feira, 07 DE Dezembro DE 2016

Olha o Bicho! - Piranha-vermelha

A piranha, sim, um predador voraz. Mas o cinema e a fama fizeram dela um monstro que não corresponde à realidade

Por Luciana Ribeiro
lucianaribeiro@faunanews.com.br

Nome popular: piranha-vermelha
Nome científico: Pygocentrus nattereri
Estado de conservação: sem classificação na lista vermelha da IUCN e não consta da Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção

Ela é, sim, um predador voraz. Mas o cinema e a fama fizeram dela um monstro que não corresponde à realidade. A piranha é um dos peixes mais famosos que habitam o sistema fluvial da América do Sul. E a piranha-vermelha é a mais comum em nossos rios, encontrada nas bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata, São Francisco e açudes do Nordeste, além de rios da Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. 

Ela vive em águas barrentas, em cardumes que podem ter até mais de uma centena de indivíduos. Assim, em grupo, fica mais fácil para caçar suas presas e para se proteger de predadores como o jacaré.

A piranha é um peixe de escamas, com o corpo anguloso e comprido, que chega a 30 cm e 2,5 kg. O focinho é curto e arredondado e uma poderosa mandíbula saliente abriga seus famosos e afiados dentes. 

Os dentes da piranha têm formato triangular e são verdadeiras navalhas pontiagudasOs dentes da piranha têm formato triangular e são verdadeiras navalhas pontiagudas. Essa dentição não foi feita para mastigar, mas sim para cortar. A piranha corta e engole o alimento. Por isso que quando o cardume faminto ataca, a presa é rapidamente devorada. Esses dentes são usados como pontas de flechas por tribos indígenas na Amazônia.

Sua dieta é composta basicamente de outros peixes, invertebrados aquáticos e insetos. Mas pode também se alimentar de outros pequenos animais e carcaças que cruzem suas águas. Como todo predador, a piranha é importante para o equilíbrio ecológico e contribui para a limpeza das águas, devorando carcaças que, se não fosse por ela, apodreceriam no rio.

Mas em algumas regiões do Brasil é ela que entra na dieta dos homens. A piranha-vermelha é bastante apreciada e usada para fazer um caldo, que é considerado afrodisíaco.

A reprodução da piranha ocorre entre abril e maio, durante a estação chuvosa. A fêmea bota cerca de cinco mil ovos sobre um ninho construído pelo macho na vegetação recém-submersa. Os pais protegem ferozmente os filhotes e mordem quem se aproxima do ninho.

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados