Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Sexta-Feira, 09 DE Junho DE 2017

Photo Animal - Silvia Faustino Linhares: um grande nome na fotografia de aves

Silvia fotografando pinguim-de-penacho-amarelo

Por Marcelo Calazans
Técnico em agropecuária, administrador de empresas e fotógrafo.Foi professor da disciplina Fotografia de Natureza pelo Senac-MS
photoanimal@faunanews.com.br

Oi pessoal, tudo bem com vocês?

Então, como escrevi no artigo passado, hoje eu trago uma pequena biografia de um fotógrafo-referência na captura de imagens de aves, com peso enorme no segmento devido ao grande número e importância de seus registros efetuados no Brasil e no mundo.

Apresento a vocês Silvia Faustino Linhares, por ela mesma:

"Meu nome é Silvia Faustino Linhares, nasci no interior de São Paulo, morei muitos anos em Brasília e atualmente resido em São Paulo, Capital. Sou advogada de formação, economiária aposentada e fotógrafa por paixão. Atualmente sou dedicada a registrar a avifauna brasileira e sul-americana. O amor pela fotografia sempre existiu desde adolescente, mas o estudar fotografia aconteceu a pouco menos de 10 anos. Foi frequentando os autódromos que me apaixonei pelos carros e, nessa convivência, acabei estudando e me profissionalizando com a fotografia nesse setor e trabalhando, nas horas vagas e fins de semana, com os carros nas pistas e eventos correlatos.

Nessa época, eu convivia com algumas aves nos autódromos. Eram passarinhos bonitinhos e corujinhas que eu acabava fazendo fotinhos deles, porém não conhecia nada sobre eles. Sempre gostei de estudar e com a fotografia não foi diferente. Ao participar de uma oficina de fotografia em Ubatuba (SP), que não sabia ser sobre aves, acabei me deparando com muitas aves coloridas em comedouros e bebedouros e fiquei encantada. Diria até mesmo enfeitiçada. A convite de um amigo do trabalho (André Ricardo de Souza), associei-me ao CEO – Centro de Estudos Ornitólógicos. Foi participando das atividades do CEO que aprendi os princípios básicos sobre a observação de aves e muito sobre elas também.

Benedito-de-testa-amarelaO interesse e o amor pela atividade avançaram na mesma proporção do conhecimento. Em 2012, abandonei o automobilismo, por incompatibilidade de agenda.  Passei a me dedicar com mais afinco à fotografia de aves e a ampliar meus horizontes em relação ao assunto, viajando cada vez mais em busca de novas espécies. Fui uma das primeiras mulheres  a atingir a marca de mil espécies fotografadas no Wikiaves.

Eu já registrei 1.308 espécies que ocorrem no Brasil. Já fotografei aves na Argentina, Uruguai, Chile, Peru, Equador e Estados Unidos e, embora ainda não tenha terminado de catalogar todas as aves do Equador, tenho quase 300 espécies que não ocorrem no Brasil - todas postadas com fotos no meu perfil no e-Bird.

Mantenho um “bloguinho” com os relatos detalhados das minhas viagens. É o silvialinhares.blogspot.com.br. Os posts são muito apreciados pelos amigos e conhecidos do meio, pois permitem “viajar” um pouco comigo. Tenho notícias que algumas matérias serviram de referência para alguns passarinheiros planejarem suas viagens. Postar exige muito trabalho, tanto quanto tratar fotos. Sou bem meticulosa mesmo. O post tem que ser rico e detalhado do jeito que gosto e dentro da minha linguagem bem brincalhona, refletindo assim o meu próprio jeito de ser.  Em 2015, eu ensaiei muito e não postei nada devido a um momento conturbado da minha vida, mas estou remontando as viagens para postar.

Hoje administro vários grupos no Facebook voltados para aves e sou voluntária na divulgação do maior evento no Brasil voltado para aves: o Avistar Brasil. Pelo quinto ano consecutivo coordenei o quadro das Birding Ladies no âmbito do Avistar Brasil.

https://www.facebook.com/groups/wikibirds.wikibirds/
https://www.facebook.com/groups/birdingladies/
https://www.facebook.com/groups/queropassarinhar/
https://www.facebook.com/groups/avistarbrasil/
 
Maria-leque-do-SudesteDizer quais as principais espécies que já registrei é bem difícil, pois minha paixão pelas aves não me permite distingui-las entre mais e menos importantes. Eu relembro sempre as dificuldades com uma ou com outra, mas as histórias são longas como  a do pato-mergulhão no ano passado. Teve momentos de passarinhadas bem marcantes e cada momento desse eu relato no meu blog.

Porém, tem alguns lugares que são mais especiais que outros. Eu adoro o Pantanal e a Patagônia. Gosto de luz para fotografar os bichos e esses dois lugares me permitem as fotos mais bonitas de todas. O Pantanal Sul-mato-grossensse, eu conheci graças a contatos do automobilismo e foi uma viagem inesquecível.
 
Agora se quer saber como eu me organizo para passarinhar? Eu te convido pra ler meu último post no bloguinho."

Abaixo, mais algumas fotos feitas por Silvia em suas viagens atrás de aves:

Pato-margulhão

 Striated-caracará  

Velvet-purple-coronet

Agradeço imensamente a Silvia por ceder parte de seu tempo e ajudar o amigo aqui com esse material. Espero que tenham gostado tanto quanto eu.

Até a próxima, gente!

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados