Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Quarta-Feira, 12 DE Julho DE 2017

Olha o Bicho! - Jaritataca

Animais da espécie se parecem com gambás, mas não são marsupiais

Por Luciana Ribeiro
lucianaribeiro@faunanews.com.br

Nomes populares: jaritataca, jaratataca, jatitataca, zorrilho, cangambá, gambá
Nome científico: Conepatus semistriatus
Estado de conservação: “pouco preocupante” na lista vermelha da IUCN e não consta da Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção

Com duas listras brancas que percorrem seu dorso escuro da cabeça até a longa e volumosa cauda, a jaritataca se parece com os gambás dos desenhos animados. Até recebe popularmente esse nome. No entanto, ela pertence à família Mephitidae, a mesma do cangambá e das chamadas doninhas fedorentas, e não é um marsupial (aqueles animais cujas fêmeas têm a bolsa abdominal onde as crias terminam seu desenvolvimento) como os gambás.

A jaritataca tem o uso de odores fétidos para se defender de predadoresEm comum com os gambás, a jaritataca tem o uso de odores fétidos como mecanismo de defesa contra ameaças. Ela ejeta um jato de um fluido muito mal cheiroso para atingir quem a assustar, ainda que esteja a uma boa distância do agressor.

A jaritataca é um animal de pequeno porte, mede entre 30 e 50 cm de comprimento, mas sua cauda é proporcionalmente enorme, entre 16 e 31 cm. Seu peso oscila entre 1,4 e 4 kg. Com hábitos solitários e noturnos, sai da toca depois do pôr-do-sol para se alimentar de insetos, pequenos vertebrados e frutos. 

O comportamento reprodutivo da jaritataca é pouco conhecido, mas sabe-se que a gestação dura cerca de 60 dias e a cria é de 4 a 5 filhotes.

No Brasil, a espécie é encontrada no Cerrado e na Caatinga - do Nordeste até o Estado de São Paulo. E ocorre também no sul do México, norte da Colômbia, Peru e Venezuela. Prefere áreas de vegetação aberta a matas densas.

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados