Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Sexta-Feira, 11 DE Agosto DE 2017

Photo Animal - A macrofotografia de Tacio Philip Sansonovski

 

Por Marcelo Calazans
Técnico em agropecuária, administrador de empresas e fotógrafo.Foi professor da disciplina Fotografia de Natureza pelo Senac-MS
photoanimal@faunanews.com.br

Olá, tudo tranquilo?

Nossa conversa em meu último artigo foi sobre fotografia macro e, como sempre, após a apresentação de uma vertente da arte da fotografia, trago a biografia de um fotógrafo-referência no segmento. Esse camarada manda muito bem, tem talento e técnica de sobra e suas fotos são fantásticas! Apresento a você, caro leitor, Tacio Philip Sansonovski.

Tacio oferece curso para quem deseja aprender fotografia macroApesar de ter no currículo o curso de pós-graduação em Fotografia Aplicada do Senac e duas extensões universitárias em entomologia, sua formação tradicional vem da área de exatas. Tacio é técnico em química pelo colégio São Paulo, cursou dois anos de bacharelado em Física na Universidade de São Paulo (USP) e se graduou nos cursos superiores de bacharelado e de licenciatura em Química, também pela USP. Atualmente, possui diversos sites, normalmente voltados para comércio eletrônico ou cursos, com destaque para os de fotografia e produtos para macro-fotografia, cursos de manuseio de calculadoras HP para alunos de engenharia, cursos de navegação com GPS para uso outdoor, cursos de escalada em rocha e outros.

Depois de algumas poucas experiências com câmeras compactas de filmes formatos 126 e 110, no começo da década de 90, Tacio passou a fotografar com uma câmera reflex 35mm em 1993, uma simples Zenit 12XS. Em 94, ele a vendeu e fez um upgrade de equipamentos para uma Yashica FX3, que guarda até hoje, e em 95 para uma Yashica 109. Nos anos seguintes, com o ingresso na faculdade (no curso de Física da USP em 1997), conheceu alguns amigos que também gostavam de fotografia e pôde então ter companhia para fotografar e, mais do que isso, ter alguém para trocar experiências e técnicas. Por volta de 98-99, já gostando muito de fotografia de natureza, ele se apaixonou pela macrofotografia em uma exposição na extinta Casa de Cultura da Fuji. Tacio acredita que foi nesse momento que soube que a macrofotografia seria seu tipo de foto.

Louva-deus, close-up mostrando em detalhes a estrutura da cabeça

Em 1999, trocou de curso, saindo do Instituto de Física e se transferindo para o de Química, também na USP, onde se formou depois de quatro anos. Nesse período, trocou também de equipamento, migrando em 2001 para equipamentos da marca Canon, linha EOS.  Em 2002, conheceu diversos fotógrafos, com que mantem contato com muitos até hoje, podendo assim ampliar seus conhecimentos técnicos e sociais em fotografia. Foi nessa época que ele resolveu levar a fotografia de uma maneira profissional e, em 2003, colocou no ar o portal macrofotografia.com.br.

Detalhes dos olhos múltiplos de uma aranha e suas quelíceras

Em 2005, comprou sua primeira reflex digital, época em que fotografava apenas com filmes de slide (cromos), ainda não se convencendo de sua qualidade. Em 2006, fez outro upgrade de câmera digital para uma full-frame, nesse momento, deixou de lado o filme e migrou em definitivo para o sistema digital.

Ponta de uma caneta esferográfica com detalhe perfeito da esfera por onde sai a tintaEm 2012, lançou o livro Macrofotografia e Close-ups: conceitos, técnicas e práticas, primeiro livro nacional sobre o tema por uma editora especializada e começou a cursar pós-graduação em fotografia pelo Senac. Em 2013, em parceria com um amigo, lançou a Revista Macrofotografia, a primeira revista especializada sobre o temo no Brasil e, no começo de 2015, lançou o primeiro vídeo-curso Macrofotografia e Close-up em língua portuguesa, permitindo o acesso a esse conhecimento por qualquer pessoa com internet. Pouco tempo depois, apresentou o primeiro curso de macrofotografia pela EduK, hoje desativado. Atualmente, dedica-se quase que exclusivamente à macro, principalmente de insetos, mas com bastante espaço para flores e montanhas, outras paixões que o fascinam. Também leciona diversos cursos de fotografia com ênfase na macrofotografia, natureza, fotografia odontológica, anaglifos, stacking, etc. e organiza saídas fotográficas com os mais diversos temas. 

Outro inseto registrado em detalhes por Tacio

Formação
Pós-graduação em Fotografia Aplicada - Senac - TCC Macrofotografia de pequenos invertebrados: aspectos estéticos e psicológicos
Extensão Universitária em Entomologia - Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Extensão Universitária em Entomologia - Museu de Zoologia (USP)
Bacharelado e licenciatura em Química - Universidade de São Paulo (USP)

Publicações (livros e revistas) 
Autor do livro Macrofotografia e close-up - Conceitos, técnicas e práticas, editora Photos, 2012
Editor e idealizador da Revista Macrofotografia, 2013

Prêmios 
2017 - 18º lugar no "Concurso Fotografe a Natureza - A mais bela flor" (Revista Natureza, Editora Europa, resultado na edição 354 Julho/2017); 
2016 - 2º lugar no "I Speleo Photo Contest GPME" (Prêmio Judivam Rodrigeus de Fotografia Espeleológica) na categoria Fauna Subterrânea) e 1º colocado no "I Concurso Fotográfico Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda" - Tema: Água - São Carlos/SP

Para saber mais sobre a fotografia macro e visualizar a galeria de imagens do Tacio, visite seu site: www.macrofotografia.com.br.

Até a próxima. Grande abraço!

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados