Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Segunda-Feira, 15 DE Outubro DE 2018

Começar a semana pensando...

...sobre a condenação do traficante de animais Valdivino Honório de Jesus: ele foi pego por lavagem e ocultação de bens e não por crimes contra a fauna.

Valdivino traficou milhares de animais em vários estados do país"(...) CONDENO o réu VALDIVINO HONÓRIO DE JESUS, pela prática do crime tipificado no art. 1º, Lei nº 9.613/98 (na redação dada pela Lei nº 12.683/2012) c/c art. 69, CP (quatro vezes)."

Claudio Girão Barreto, juiz da 14ª Vara Federal da Paraíba, em sentença de 30 de setembro de 2018.

Desde 1996, Valdivino foi detido 14 vezes por envolvimento com o tráfico de animais. Parte de seu patrimônio (carros e imóvel) foram conseguidos com o dinheiro do crime, segundo a Justiça. Infelizmente, a legislação sobre crimes contra a fauna, que inclui o tráfico de animais silvestres, é inócua e não manda ninhum bandido para a cadeia. Um dos maiores traficantes de fauna do Brasil foi condenado a 12 anos de cadeia, perda de bens e do emprego como assistente administrativo na Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado da Paraíba (Emepa) por lavagem de dinheiro e não por seus crimes contra a biodiversidade.

A sentença confirma a ineficiência da legislação ambiental brasileira na proteção aos animais silvestres e exalta o esforço do Ministério Público Federal da Paraíba em parar esse bandido.

- Leia a sentença
- Releia "Um grande traficante de animais que não consegue deixar de ser preso", publicado pelo Fauna News em 15 de setembro de 2017

Postado por Dimas Marques às 02:15

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados