Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Terça-Feira, 27 DE Novembro DE 2018

Mais uma mulher é investigada por tráfico de primatas em SP

Jacqueline, a Olivia Palito do Facebook, em entrevista para a Rede TV!:  ela nega ser traficante de animais

Por Dimas Marques
Jornalista e editor responsável do Fauna News
dimasmarques@faunanews.com.br

Jacqueline Berenstein Ring tem 46 anos e reside em um imóvel grande no município de Cotia (SP). No Facebook, ela se apresenta como Olivia Palito. Na manhã de 22 de novembro, uma equipe da Polícia Militar Ambiental paulista chega ao imóvel para cumprir um mandado de busca e apreensão emitido pela Justiça a pedido da própria Polícia Militar. O motivo: suspeita-se que no local, mais primatas estejam sendo mantidos em cativeiro para posterior comércio ilegal.

Mais primatas? Como assim?

Isso mesmo. Em 24 de julho de 2017, a PM Ambiental apreendeu com Jacqueline, em sua casa, 19 primatas: dois micos-leões-dourados (Leontopithecus rosalia), dois macacos-pregos (Cebus apella), onze saguis- de-tufos-brancos (Callithrix jacchus) e quatro saguis-de- tufos-pretos (Callithrix penicillata). O flagrante foi possível por meio de informações conseguidas por monitoramento de redes sociais. O caso foi comentado pelo Fauna News em 26 de julho de 2017 (Tráfico especializado em pequenos primatas em SP tinha até mico-leão-dourado).

Alguns saguis apreendidos dia 22Como sempre acontece nos casos de crimes contra a fauna, o infrator é levado para a delegacia e acaba liberado logo após prestar esclarecimentos. A legislação, fraca e ineficaz, assim determina. O resultado da falta de punição, ou seja, da impunidade, é a reincidência.

Com Jacqueline não foi diferente.

Durante monitoramento feito pela PM Ambiental, novos indícios de que mais primatas estavam sendo mantidos em cativeiro na casa fizeram com que fosse solicitado à Justiça uma autorização para averiguar o imóvel. E não deu outra...

Dessa vez, onze primatas foram encontrados: seis saguis-de-tufos-pretos, quatro saguis-de-tufos-brancos e um macaco-prego. Jacqueline não estava na casa e não compareceu durante a ação policial, pois, segundo a empregada doméstica, se envolvera em um acidente de trânsito naquele momento.

Luluzinha e Olivia Palito
A PM Ambiental chegou até Jacqueline por meio da cabeleireira Luciana Golghetto Monfreda, a Luluzinha, que já foi detida sete vezes desde 2017 transportando e mantendo em cativeiro ilegalmente primatas. O Fauna News contou a história dela em 7 de dezembro de 2017 (Cabeleireira se esforça para ter mais prisões que notório traficante de fauna da PB). Vale destacar que o último flagrante da cabeleireira, que hoje é apontada pela PM Ambiental paulista como uma atuante traficante de animais do Estado, ocorreu recentemente, em 7 de novembro (Pela sétima vez, cabeleireira é detida com macacos que seriam vendidos em SP).

Luciana: detida sete vezesDurante monitoramento das movimentações de Luciana nas redes sociais, os policiais verificaram que ela trocava mensagens com Jacqueline. Com as informações que obtiveram, em 24 de julho de 2017, eles foram pela primeira vez ao imóvel de Cotia, onde encontraram os 19 primatas. Nessa ação, também foi achado um caderno com anotações de Jacqueline com dados de possíveis vendas de macacos e informações de pessoas com quem ela mantinha contato por causa dos animais. Entre os nomes ali encontrados estava o de Luciana.

Até a próxima!
Tanto Jacqueline quanto Luciana permanecem soltas.

Só para resumir: Jacqueline responde por dois flagrantes e Luciana por sete casos (sendo que ela conseguiu ser detida duas vezes em um mesmo dia, o 15 de novembro de 2017). 

Com Jacqueline já foram apreendidos 30 macacos (inclusive dois ameaçados micos-leões-dourados, que só existem na natureza no estado do Rio de Janeiro). Com Luciana, outros 30 macacos, além de dois papagaios e uma arara.

Ou seja, com certeza, em breve teremos mais notícias sobre ambas.

- Sobre o primeiro flagrante de Jacqueline, releia Tráfico especializado em pequenos primatas em SP tinha até mico-leão-dourado, publicado pelo Fauna News em 26 de julho de 2017
- Sobre a história de Luciana, releia Cabeleireira se esforça para ter mais prisões que notório traficante de fauna da PB, publicado pelo Fauna News em 7 de dezembro de 2017
- Sobre a última detenção de Luciana, releia Pela sétima vez, cabeleireira é detida com macacos que seriam vendidos em SP, publicado pelo Fauna News em 8 de novembro de 2018

Postado por Dimas Marques às 00:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados