Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Quinta-Feira, 02 DE Maio DE 2019

Fauna e Estradas - Como proteger a fauna do comportamento humano?

Por Talita Menger Ribeiro
Bióloga pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde é mestranda junto ao Núcleo de Ecologia de Rodovias e Ferrovias (NERF)
estradas@faunanews.com.br

Nessas últimas semanas, dois vídeos envolvendo uma mesma espécie animal vêm chamando a atenção nas redes sociais e meios de comunicação: as sucuris que atravessaram as rodovias. Em ambos casos, esses répteis se depararam não apenas com a estrutura inerte de uma rodovia, mas com o comportamento dinâmico e diverso dos humanos que nelas trafegam. 

Nos vídeos, sucuri atravessando a rodovia (à esquerda) e sendo atropelada (à direita).

Os vídeos mostram situações contrastantes. No primeiro, motoristas e pedestres se mobilizam para possibilitar a travessia de uma sucuri em uma rodovia. No segundo novamente pessoas se aliam, porém, para passar com um veículo em cima de um indivíduo da mesma espécie e matá-lo. As reações das pessoas, tanto em relação ao animal na rodovia, quanto em relação às imagens que circularam na internet, foram diversas:

Comentários feitos por internautas em diferentes reportagens sobre as duas travessias das sucuris

Esses contrastes do comportamento humano destacam o despreparo e a falta de conhecimento da população e dos motoristas para lidar com as diversas espécies de animais que podem cruzar uma rodovia. Ainda mais quando existe uma tradição de que animais “feios” e supostamente perigosos, ou perigosos em contextos muito específicos e infrequentes, sempre merecem morrer (já falamos disso aqui e aqui).

A sobrevivência dos animais que atravessam nossas rodovias não depende apenas de medidas físicas de mitigação, como cercas e passagens de fauna. Essas estruturas não são onipresentes. Mesmo tecnologias embarcadas, como sensores e algoritmos de inteligência artificial, não salvarão muitos indivíduos. A sensibilização e mobilização dos motoristas e pedestres sempre continuará sendo importante, já que compartilhamos esse mundo com outras espécies e não há uma separação, nem deveria haver, entre nós.

O primeiro vídeo prova que é possível.  O segundo, prova que há muito a avançar! Valorizemos a sabedoria para não sermos atropelados pela ignorância!

Postado por Dimas Marques às 18:00

Deixe seu comentário

comentários por Disqus

Artigos relacionados