Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

Como agir

Motorista

Respeite os limites de velocidade e redobre sua atenção quando estiver cruzando alguma área de natureza preservada, principalmente unidades de conserevação. Lembre-se que estudos sugerem que uma redução de 20% na velocidade diminuiria em 50% a mortalidade de animais por atropelamento.

Campanha para redução de atropelamentos desenvolvida pela concessionária da BR-116 (RS)

Diminua a velocidade ao passar próximo de rios, pois os animais são frequentes nesses locais. Evite trafegar nos horários de crepúsculo, quando os animais são mais ativos.

Procure sempre ter em mãos os números de telefone da Polícia Rodoviária (Federal ou Estadual, dependendo do caso) e da concessionária que administra a estrada (quando for o caso). Eles poderão ajudá-lo no caso de envolver-se em algum acidente com animais silvestres e, no caso de encontrar algum bicho ferido ou morto, informe os policiais ou algum funcionário da empresa que administra a via.

Para avisá-los, tenha os seguintes dados:
• local exato do atropelamento ou de onde o animal encontra-se;
• horário do fato; e
• se souber identificar, qual o animal envolvido.

NÃO mexa no animal. Se o animal estiver vivo e ferido, você pode piorar as lesões e o risco de ocorrer algum ataque é grande. Se o animal estive morto, não se exponha a doenças.

Proprietário de sítio ou fazenda

Evite abrir estradas. Se tiver de fazer, peça ajuda de profissionais para que a nova via tenha um traçado que impacte o menos possível a fauna local.

Quer saber mais sobre atropelamentos de animais silvestres Está com alguma dúvida? Então entre em contato com o Fauna News.