Fauna News

Buscar

banner_20-08-2014.gif

O tráfico em números

• O tráfico de animais é o ou o crime mais lucrativo do mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14)

• O mercado negro de fauna movimenta entre 10 bilhões e 20 bilhões de dólares por ano no mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14)

• O Brasil é responsável entre 5% e 15% de todo o tráfico de animais do mundo. (ROCHA, 1995; LOPES, 2000 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.14).

• Estimativas indicam que 12 milhões (Associação dos Amigos de Petrópolis - Patrimônio, Proteção aos Animais, Defesa Ecológica - APANDE) ou que 38 milhões (Renctas) de animais são retirados da natureza no Brasil para o tráfico.

• Entre 60% e 70% do comércio ilegal de animais no Brasil é para abastecer o mercado interno. (FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA; RENCTAS, 2005, p.36; WWF-BRASIL, 1995, p.17)

• Cerca de 80% dos animais apreendidos do tráfico no Brasil são aves. (RENCTAS 2001, p.37).

• Estima-se que 60 milhões de brasileiros possuem animais silvestres. (PRAXEDES, 1995 apud FERREIRA, 2000, p.16).

Policiais de Pernambuco apreendendo aves

• Estima-se que 95% do mercado de animais silvestres no Brasil seja ilegal. (WWF-BRASIL, 1995, p.18)

• O tráfico de fauna é a causa de extinção de animais no Brasil, atrás apenas da perda de habitat. (REDFORD, 1992; ROCHA, 1995 apud RENCTAS, 2001, p.6; WWF-BRASIL, 1995, p.15)

• Mais de 180 doenças (zoonoses) podem ser transmitidas para seres humanos por animais vítimas do tráfico. (FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA; RENCTAS, 2005, p.53)

• A pena para o crime de compra, venda, manutenção em cativeiro de animais silvestres é de seis meses a 1 ano de prisão. (Lei de Crimes Ambientais)

Quer saber mais sobre tráfico de animais? Está com alguma dúvida? Então entre em contato com o Fauna News.


Referências bibliográficas

FERREIRA, F.M. Apreensões de fauna silvestre no Brasil: uma análise quantitativa e qualitativa. 2000, Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Instituto de Biologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 2000.

FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA; RENCTAS - REDE NACIONAL DE COMBATE AO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES. União pela fauna da Mata Atlântica. Hawaii Gráfica e Editora, 2005, 110p.

LOPES, J.C. O tráfico de animais silvestres no Brasil. 2000. Disponível em: http://www.ibama.gov.br/online/artigos/artigo18.html

PRAXEDES, C. Animal silvestre é o 3º negócio ilegal do mundo. O Estado de S. Paulo, 05 jun,1995.

REDFORD, K.H. The Empty Forest. BioScience, 42(6), 1992, p.412-422.

RENCTAS - REDE NACIONAL DE COMBATE AO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES. 1º relatório nacional sobre o tráfico de fauna silvestre. Brasília: RENCTAS, 2001, 107p.

ROCHA, F.M. Tráfico de Animas Silvestres. WWF, Documento para Discussão, 1995.

WWF-BRASIL. Tráfico de animais silvestres no Brasil: Um diagnóstico preliminar. Brasília: WWF-Brasil, 1995. 53p.